BRUXARIA E FEITIÇARIA

A Marca da Bruxa

Por Nigel Aldcroft Jackson (de Call of the Horned Piper)       Ao longo dos relatos de bruxaria europeia, a ‘Marca do Diabo’ tem se caracterizado como um elemento recorrente; esta ‘marca da bruxa’ parece ter sido um símbolo em cores ou um signo tatuado que o Mestre Cornífero ou Diabo fazia sobre um novo membro […]

Cyber Magia, Por Christopher Penczak

(Este livro foi escrito em 2001, época em que as formas de comunicação direta através da internet, em sua maioria, eram os chats escritos, de modo que os exemplos de rituais online descritos pelo autor deste texto, estão principalmente baseados e indicados para tal formato. Nos dias de hoje skype, hangouts, etc., permitem uma comunicação […]

As Runas das Bruxas

      Foram citadas pela primera vez no livro “La tapa del caldero” (Lid Off the Cauldron: Handbook for Witches) de Patricia Crowther. A imagem ao lado é de meu jogo de runas pessoal, por ser um tipo de método divinatório pouco comum, é praticamente impossível encontrá-las à venda, algo que durará pouco imagino. De qualquer […]

Como ter poderes

      A nosso consultório infernal nos tem escrito muitos leitores perguntando como poderiam ter “poderes”, e quais poderiam ser (para ir vendo os que lhes seriam melhores). Esta é nossa resposta.       Querido aspirante a mago poderoso:       O projeto central da magia negra é a autotransformação, ou o que podemos chamar também com “a […]

CIRCUITOS V A VIII: CONTINUAÇÃO DA EVOLUÇÃO

Nota: A seguinte descrição dos circuitos é um resumo levemente parafraseado do material de Robert Anton Wilson sobre os quatro circuitos superiores em seu Prometheus Rising (Falcon Press, 1983). As citações de Lao Tsu são do Vintage Books Tao Te Ching, traduzidos por Gia-fu Feng e Jane English; as parábolas Zen são do Zen Flesh, […]

Darkmoor

      Entre os Circuitos Superiores e Inferiores encontra-se um local de incerteza e medo. Este tem muitos nomes, mas o cibernauta refere-se a este lugar como Darkmoor. Quando o indivíduo, através de experiências de vida ou dedicação nos estudos, descobre a existência de estados de espírito mais avançados, normalmente, ocorre um tempo de incerteza.       […]

CyberCraft: Os Quatro Circuitos Inferiores

Faces Externas Domínios       Os domínios são usados metaforicamente. Mais corretamente, eles representam áreas de interesse. Superior e inferior referem-se a mais do que à colocação social, cultural ou ética. No entanto estes termos ainda apresentam alguma herança cultural. Superior normalmente deve referir-se ao mais denso e, portanto, seria considerado como os reinos inferiores na desindividualização […]