1 comentário

COMUNICAÇÃO COM DEMÔNIOS

A comunicação com os demônios é uma parte vital da Demonolatria e prática frequente no satanismo teísta. A comunicação não é usualmente considerada um ato mágico per se, mas graças aos demônios você pode ter novas Ideias que podem melhorar sua vida em algumas áreas — da mesma forma como poderia ocorrer ao fazer uma ritual ou enquanto lança um feitiço, ou durante uma visualização, etc. Quando estamos aptos a sentir demônios e suas respostas, nós podemos trabalhar magicamente em harmonia (por exemplo: enquanto dirige energias). A obtenção de insights extra-sensoriais (não através de meios físicos usuais) pode ser vista como magia. Na minha opinião, ser sensível às energias espirituais também significa ser sensível às energias mágicas que você pode utilizar, as quais proporcionam resultados tangíveis em nossa vida. É por isso que a comunicação com demônios, na minha opinião, é um parcela significativa da magia satânica, especialmente quando se utiliza teurgia ou uma abordagem mista!

Invocação, por outro lado, geralmente é considerado um ato mágico, mas não há comunicação sem primeiro haver uma invocação e não há invocação sem intenção de comunicar-se de alguma forma. É por isso que eu considero estes dois tópicos com um. No entanto, neste artigo, discutirei sobre comunicação com os demônios, métodos concretos de  invocação serão comentados em outro artigo.

Agora que estabelecemos que este tipo de habilidade é uma parte muito importante da magia satânica, vamos dar uma olhada mais de perto em algumas pontos básicos.

Existem algumas coisas que você precisa saber.

1) Qualquer pessoa pode aprender a comunicar-se com demônios!

Há pessoas chamadas médiuns, que nascem com o dom natural de ver vários tipos de energias não-físicas. Porém todos podem aumentar sua sensibilidade nesta direção. Naturalmente é necessário algum empenho, contudo é mais fácil do que as pessoas pensam. Não é uma habilidade extraordinária, é algo muito comum quando finalmente se passa a conhecê-lo e você achará que muitas pessoas recebem tais sinais mas elas simplesmente os ignoram.

2) Tenha expectativas realistas!

Nada pode bloquear a sua experiência como exageradas expectativas baseadas em filmes de Hollywood, mitos, medo ou falta de conhecimento (o que você sabe torna-se normal, seguro e você pode calmamente abordá-lo, sem ônus de extensas reações emocionais que podem retê-lo ou alterar o seu controle e efeitos).

Martin Schongauer, Santo Antônio atormentado por demônios , ca. 1470-75

Demônios não aparecem em névoas ou fumaça com odor de enxofre, eles não são físicos (embora alguns afirmem obter manifestações físicas, é algo muito raro e incomum — leia-se: duvidoso), eles não têm corpos com chifres e caudas — essas são apenas as nossas projeções. Demônios são seres energéticos, eles possuem/tomam qualquer forma ou nenhuma forma. Podem expressar tanto energias masculinas quanto femininas, embora alguns demônios prefiram uma acima da outra. Por exemplo, Lúcifer pode assumir uma galante beleza feminina em algumas visões. As experiências variam de pessoa para pessoa, de modo que alguém pode ver um demônio como uma besta com chifres, outros vêem um alto homem com olhos escuros, outros enxergam coloridas bolas de energia e outros meramente sentem uma presença ou uma sensação física / mental sem qualquer forma.

As expectativas estão ligadas a convicções que muitas vezes estão amarradas às suas crenças ou vieses sociais. Se você ainda está com medo de demônios e somente pensa neles como entidades malignas, você não está apto a controlar suas emoções e sua subconsciente expectativa de experiência negativa se manifestará. Por conseguinte você precisa livrar-se deste tipo de convicção, caso contrário sua reação emocional produzirá um efeito que você não gostaria ou, mais comumente, o seu medo ou emoções acentuadas bloquearão toda a experiência. Portanto abordando e aprendendo lentamente como invocar e se comunicar com demônios irá acalmá-lo e familiarizá-lo com o processo. Com o tempo você considerará isto tão fácil e tão natural, que poderá ficar surpreso com a reação exagerada de outros, tal será a habitualidade da coisa. A maioria das experiências deste tipo e são muito sutis, sem flashes, rugidos, enxofre ou incandescentes portais do inferno.

3) Aprenda a reconhecer a presença e comunicação demoníaca!

Como dito acima a maior parte do processo é muito sutil, portanto você precisa tornar-se mais sensível aos sinais que estão por toda parte e que, francamente, são bem comuns. Você pode até mesmo descobrir que já estava se comunicando com os demônios sem estar ciente de que … aqueles inúmeros diálogos internos podiam ser baseados em comunicação espiritual.

Esta comunicação pode ser de vários tipos:

a) Visual – você vê algo com o canto do olho (uma cor, uma forma), tem visões (não como alucinações, e sim, meramente, como imagens em sua mente, não tão diferentes de suas visualizações quando passa um tempo pensando sobre algo, embora, às vezes, possa ocorrer de um médium habilidoso ver através de seus olhos físicos), sonha (definitivamente mais vividamente que nos sonhos habituais);

b) Vocal – vários sinais sonoros e vozes claras, em estado alterado de mente, comunicação telepática, que é projetada em nosso cérebro como voz (novamente como acima: raramente é uma experiência física, a maioria ocorre dentro de sua mente);

c) Sensorial – tanto experiências físicas (sentidos) e mentais (impressões — muitas vezes confundidas e/ou misturadas com sentimentos/emoções, pois muitas impressões induzem algumas reações emocionais, no entanto impressões são naturalmente neutras, somente depois lhes atribuímos significado emocional) são comuns aqui (arrepio, frio, calor, picada, toque, sopro, etc., assim como a presença — e outras impressões mentais)

d) Emocional – difícilmente distinguíveis da comunicação sensorial, geralmente essas duas fundem-se para que você experimente uma poderosa forma de presença com euforia emocional, excitação (não apenas a excitação habitual, mas algo claramente superior a esta — como a provocada por drogas, contudo sem efeitos negativos e com total controle e consciência) e (sim) amor também.

É claro que as experiências raramente são distintas, todas as formas de comunicações são possíveis, uma ou várias combinações destas, amiúde com uma mais clara que a outra. A comunicação telepática também pode abranger várias formas a partir dos exemplos acima pois ela pode ser não-verbal, por exemplo, quando você pergunta sobre algo, imagens ou ideias e conhecimentos podem de repente povoar sua mente (R. Monroe chama isto de pacote de pensamentos — rotina). Ou pode ser simplesmente verbal como se você estivesse imaginando uma discussão ou alguém conversando com você.

A grande questão é: como é que eu sei sé é real, como é que eu sei que eu não sou imaginando isso? Infelizmente, não há teste científico para isso, você precisa decidir por si mesmo. Experimente e veja se é real para você. Há algumas coisas que podem ajudá-lo a verificar a sua experiência.

Um método bastante comum de confirmação é indagar por sinais e, ao longo do dia ou nos próximos dias, anotar o que for significativo, sentenças na TV, falas de alguém, animais, ou todos tipos de “coincidências” que ocorrerem com tanta frequência, tão harmonizadas, tão alinhadas em curto período de tempo que não poderiam ser apenas mero acaso. Pode ser algo mais tangível como ruídos, picos de energia elétrica, coisas se movimentando, caindo sozinhas, etc. Simplesmente, tudo que for significativo para você e o demônio em questão.

Outra coisa que é importante e indica que algo mais ocorreu, é quando você pergunta algo e, de repente, sabe a resposta. Ou você pergunta algo mentalmente e “imagina” alguém respondendo e a resposta não é como você esperava mas muito útil, sábia, profunda, quase como se alguém lhe dissesse que… Você pode resistir à mensagem entretanto esta teimosamente continuará vindo, não sensível ao seu gosto pessoal…

A abordagem pragmática é a mais útil aqui: não importa se você está imaginando ou não, o que importa é se de fato essas informações, ideias são úteis e práticas. Frequentemente esses conselhos não são como gostaríamos de imaginá-los pois são difíceis de seguir, todavia demônios são coerentes. Você pergunta, você recebe. Se e quando usá-los, é  você que decide.

Quanto mais você confiar no seu feeling e experiência, mais claras serão as respostas. No entanto, não há 100% de certeza de que você tem a informação correta, nenhum dos métodos esotéricos podem garantir isto, pois nossa maneira natural de receber orientação espiritual é sempre através de sugestionamentos criativos, então você não pode realmente separá-las das coisas que você pensa, muitas vezes essas coisas fantasiadas são surpreendentemente precisas. Ocasionalmente ou quando se tem um talento natural em relação a isto, as respostas podem ser tão firmes, tão “gritantes”, que você estará 100% seguro de que alguém não-físico as proferiu, embora você não saiba responder como. Você apenas sabe, porque isto é tão tangível, tão real, tão claro, que você não pode ignorá-lo. No entanto, não é sempre assim, então esteja preparado para ambas, as formas mais sutis e aqueles mais claras.

Muitas vezes, quando você tem ideias súbitas e as escreve ou diz, tem entusiasmo, inspiração e esses pensamentos fluem, incentivando você a expressá-los, você sente nesses momentos que está inspirado espiritualmente e que há algo mais nesse processo do que você pode captar. É claro que você é livre para escolher a versão de que você é apenas extraordinariamente criativo e sensível. Contudo, frequentemente, esses pensamentos são tão complexos, profundos e surpreendentes, que você tem problemas para expressá-los totalmente através palavras. Há mais para comunicar do que a linguagem permite. É por isso que, ao invés de ouvir, ler mensagens canalizadas ou outros tipos de comunicação com demônios, você deve aprender isto por si mesmo. Você pode fazê-lo!

4) Aprenda a invocar demônios.

Traduzido por Lizza bathory a partir de Communication With Demons | Satan’s Den

Um comentário em “COMUNICAÇÃO COM DEMÔNIOS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: