Deixe um comentário

Rabbit’s Moon de Kenneth Anger

Arlequim e Pierrot

Esta é uma das criações de Kenneth Anger, cineasta americano vanguardista, mais delicadas, um dos únicos curtas experimentais pós Segunda Guerra Mundial a recriar com sucesso a aparência de uma lanterna mágica depois do século XIX.

Em 1950, Anger tentou o suicídio em Paris. Lua do Coelho (Rabbit’s Moon) é uma transposição altamente poetizada desse incidente. A fábula do inatingível (a Lua), combina elementos de Commedia dell’Arte com mitologia japonesa. Iniciado, em 35 mm, no set pertencente a Jean-Pierre Melville, Rabbit’s Moon foi abandonado depois de apenas alguns dias de filmagem, pois Melville precisava retornar ao seu estúdio. O filme inacabado foi armazenado na Cinemathèque Française e esquecido. Somente em 1970, Anger retorna ao projeto e, em 1972, realiza uma versão de 16 minutos. Ele o relançou, em 1979, encurtado e com uma trilha sonora diferente. A versão de 1972 de Rabbit’s Moon apresenta uma trilha sonora composta de músicas pop dos anos 50 e 60: “There’s a Moon Out Tonight” do The Capris, “Oh, What a Night” do The Dells, “Bye Bye Baby” de Mary Wells, “I Only Have Eyes For You” do The Flamingos e “Tears On My Pillow” do The El Dorados. Já a versão de 1979 apresenta unicamente um loop de “It Came In The Night” de A Raincoat como trilha.

Filmado com um filtro azul e ambientado em uma clareira arborizada durante a noite, o enredo gira em torno de um palhaço melancólico e solitário, Pierrot, seu desejo pela lua (onde vive um coelho — um conceito encontrado na mitologia japonesa, dentre outras), e suas vãs tentativas de alcançá-la. Posteriormente, outro palhaço, cheio de confiança e energia (Arlequim), aparece e intimida Pierrot; em seguida, usando sua lanterna mágica, ele projeta uma imagem da Columbina, por quem Pierrot parece se apaixonar. Pierrot tenta cortejar a ilusória Columbina, sem sucesso, posteriormente, entra em um reino lunar místico no qual acaba morto.

Elenco:
André Soubeyran como Pierrot
Claude Revenant como Arlequim
Nadine Valence como Columbina

AUTORA:

LIZZA BATHORY

Blogueira d’O Submundo em tempo integral e estudante de Ciências Econômicas nas horas vagas.
elizabeth.bathory.ce@gmail.com
Confira mais textos desta autora clicando aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: