Deixe um comentário

A LÍNGUA DA COMUNIDADE CALON DA REGIÃO NORTE-NORDESTE DO ESTADO DE GOIÁS

RESUMO: A presente Tese constitui-se no primeiro esforço acadêmico de confirmar, por intermédio da pesquisa linguística, a relação genética entre lí­nguas pertencentes a uma mesma família (o subgrupo Calé) do Romani, a língua original do Povo Cigano. O trabalho evidencia a continuidade entre o proto-romani europeu e o dialeto calon, oferecendo dados da história interna desta língua obsolescente, que nos permitem entender a língua da comunidade Calon de Mamba­ como uma “subespécie”, ou seja, uma população de uma espécie ancestral (o Romani) que migrou da Índia, nos primórdios do milênio passado, e chegou à  área geográfica brasileira ainda no período colonial de nossa história. Apresentando registros do caló colhidos na Espanha com registros do calão, extraídos de obras de referência da Biblioteca Nacional de Lisboa, juntamente com o trabalho de campo com ciganos portugueses de hoje e com ciganos brasileiros, entrego à  Comunidade chefiada pelo Sr. Dálcio uma
primeira documentação do calon e de aspectos culturais subsistentes. Por fim, a estruturação do Vocabulário calon em campos semânticos, que respondeu a necessidade primeira de elaboração de um dicionário, possibilitou também a compreensão do impacto sofrido por estes ciganos ao longo de seu contato com a sociedade brasileira e da dinâmica interna deste dialeto em se auto-organizar diante das novas exigências do mundo moderno.

Baixe em: http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/1511/1/2008_FabioJoseDantasMelo_parcial.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: