Deixe um comentário

Os Aquisitores

Os Aquisitores seriam supostamente o braço dos Illuminati no Brasil.

Teóricos consipiracionistas afirmam que o grupo que pretende, através de métodos diversos, infiltrando-se em instituições tradicionais, como estabelecimentos de ensino, grupos religiosos, partidos políticos e associações de classe, consolidar o poder político e econômico no Brasil. Através de suas táticas eficientes, silenciam qualquer oposição, mesmo porque a ciência, por parte da população, da existência de tal grupo é quase nenhuma, se resumindo a pessoas que, por interesse ou curiosidade, pesquisam sobre conspirações e técnicas de dominação de massa. Estão diretamente vinculados aos Illuminati, Maçonaria e o Alto Clero da Igreja Católica, bem como a igrejas de diversas nuances.

Segundo as teorias de conspiração, sua origem está quase sempre relacionada a renuncia de Jânio Quadros, o presidente que renunciou por não aguentar o peso das “forças terríveis” (“forças ocultas”) e a instauração do Regime Militar em 1964.

Durante a ditadura militar, até pouco depois de 1985, os membros brasileiros dos Illuminati se organizaram em dois grupos inimigos e teoricamente independentes dos Illuminati da Baviera. Estes capítulos isolados passaram a ser conhecidos como Os Aquisitores dada a prosperidade financeira e a atuação de seus membros na economia do país, especialmente na região de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista onde a atuação dos membros resultou na próspera fase pela qual passou a região na década de 1970. Os teóricos da conspiração se esforçam desde então para ligar todos os escandalos políticos que ocorreram no pais a estes dois grupos e seus jogos de poder.

Mascaram-se como defensores da liberdade de pensamento, mas, na realidade, a única liberdade que defendem é a de sua própria ideologia de dominação.

Na cultura popular brasileira, os Aquisitores são referência clara na música “Forças Ocultas” escrita por Marcelo Nova do grupo Camisa de Vênus e veladas em algumas músicas de cunho político de Cazuza e Chico Buarque. Existem ainda breves citações nos filmes de Lima Barreto gravados em companhia 
Vera Cruz além de breves referências na série Os Seis do autor Hélio do Soveral

Sobre o Autor:

LORD KRONUS
LORD KRONUS

Admirador do Oculto e cinéfilo. azerate666@hotmail.com Confira mais textos deste autor clicando aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: