3 Comentários

Como ser um satanista – Um Guia de Satanismo para Principiantes (ONA)

Deixo claro que o texto abaixo não expressa a opinião dos autores do blog, tratando-se apenas da tradução de um texto da Ordem dos Nove Ângulos.

Fonte: http://www.o9a.org/wp-content/uploads/texts/o9a-how-to-be-a-satanist.pdf

Introdução

Este Guia vai permitir que qualquer pessoa se torne um satanista.

Os princípios básicos e práticas do satanismo são descritas na Seção dois.

SEÇÃO 1

Juntando a Elite Sinister

Passo 1 – O Juramento de Fidelidade Satânica

Para se tornar um satanista você precisa fazer um juramento de lealdade a Satanás e Comprometer-se a seguir o caminho de vida satânico. Isto pode ser feito de duas maneiras. Primeiro, ele pode ser feito por si mesmo, sozinho. Em segundo lugar, pode ser feito com um ou mais amigo que também desejem se tornar satanistas.

O Juramento de Fidelidade Satânica pode ocorrer a qualquer momento e em qualquer lugar, dentro de casa, ou fora, e nenhuma preparação especial é necessária ou requerida, embora se desejado e prático, pode ser realizada numa área escurecida com fraca iluminação e com o sigilo ONA (se possível de cor púrpura, sobre um fundo preto) em uma posição de destaque e
desenhado ou reproduzido em algum material ou em
um banner.

Para o juramento, você – participante e outro, se for o caso – vai exigir um pequeno pedaço de papel branco (o tamanho real e o tipo de papel não são importantes), uma faca afiada (do tipo de caça ou sobrevivência) – e, se possível, uma bainha para a faca – além de um pequeno receptáculo ou recipiente adequado para queimar o papel dentro – e cada participante, se houver, em seguida deve dizer:

Eu estou aqui para selar o meu destino com sangue.
Eu aceito não há nenhuma lei, nenhuma autoridade, não há justiça
Exceto a minha própria
E que o abate é um ato necessário para a vida.
Eu acredito em um guia, Satanás,
E em nosso direito de governar os mundanos.

Você – e cada participante, se houver – em seguida, fará um pequeno corte em seu polegar esquerdo com a faca e permitirá que algumas gotas de seu sangue caiam sobre o papel. Você, então, colocará o papel no pequeno recipiente e ponha fogo.

Enquanto se queima o papel, você – e cada participante, se houver – deverá dizer:

Juro por minha honra sinistra como um satanista que a partir deste dia em diante nunca irei me render, vou morrer lutando ao invés de me submeter a alguém, e sempre manterei o Código de Honra-Sinistro.

Você – e cada participante, se houver – em seguida, colocará a faca na bainha (se uma bainha está disponível), esconderá ou levará a faca junto ao seu corpo, e para sempre depois disso manterá a faca com você, como um sinal de sua honra e seu sinistro juramento de lealdade.

A oneração é então completa.

Segunda Fase – Vivendo satanicamente

Viver satanicamente é simples, e envolve:
1) No que diz respeito aos não-satanistas, tratar, todos os mundanos (todos os que não são os seus irmãos ou irmãs satânicos) como inimigos.
2) se necessário, morrer por nosso código de honra sinistro [ver Seção Dois, a seguir].
3) Lutar para viver cada dia, na Terra, como se pudesse ser o último.

Segunda Seção

Os princípios e práticas de satanismo

Os três princípios fundamentais do satanismo:

1) Aqueles que não são nossos irmãos, ou irmãs satânicos são mundanos.
2) Viver e se necessário morrer pelo nosso Código de Honra-Sinistra, somos o melhor, a elite real da Terra.
3) Uma pessoa torna-se nosso irmão ou nossa irmã, fazendo o Juramento Satânico de Fidelidade e vivendo pelo nosso Código de Honra-Sinistro.

O Código de Honra-Sinistro

Nossa honra sinistra significa que nós, satanistas somos ferozmente leais a apenas um tipo, o nosso próprio – para aqueles que, como nós, têm tomado o Juramento de Fidelidade Satânica.

Nossa honra sinistra significa que estamos cientes, e não confiamos – e muitas vezes desprezamos – em todos aqueles que não somos como nós, que não são de nossa próprio temível tipo satânico.

Nosso dever – como indivíduos satânicos que vivem pelo Código de Honra-Sinistro – é estar prontos, dispostos e capazes de nos defender, em qualquer situação, e para ser preparados para usar força letal para defender-nos assim.

Nosso dever – como indivíduos satânicos que vivem pelo Código de Honra-Sinistra – é ser leal e para defender a nossa própria espécie satânica: fazer o nosso dever, até a morte, defendendo nossos irmãos e irmãs satânicos, a quem nós temos jurado um juramento de fidelidade pessoal.

A nossa obrigação – como indivíduos satânicos que vivem pelo Código de Honra-Sinistra – é buscar vingança, se necessário até a morte, contra qualquer pessoa que intervenha desonrosamente para conosco, ou que age desonrosamente para com aqueles a quem realizaram o juramento de fidelidade pessoal.

– É nunca voluntariamente submeter-se a qualquer mundano; morrer lutando, em vez de render-se a eles; a morrer antes (se necessário pela nossa própria mão) que permitir-nos ser desonrosamente humilhado por eles.
– É nunca confiar em qualquer juramento ou qualquer promessa de lealdade dada, ou qualquer promessa feita, por qualquer mundano, e ser cauteloso e desconfiado quanto a eles em todos os momentos.
– É para resolver nossos conflitos graves, entre nós, por um ou outro julgamento ou por um duelo com armas mortais, e desafiar para um duelo qualquer um – mundano, ou um de nossa própria espécie – que impugna a nossa honra satânica ou que faz acusações mundanas contra nós.
– É resolver nossas não tão graves disputas, entre nós, tendo um homem ou mulher dentre nós (um irmão ou uma irmã que é muito estimado por causa de suas ações satânicas) para arbitrar e decidir a questão para nós. E nos devemos satanicamente aceitar sem questionar, e cumprir, a sua decisão, por causa do respeito que lhe concedemos como árbitro.
– É de sempre manter a nossa palavra para com nossa própria espécie, uma vez que tenhamos dado a nossa palavra em nossa honra satânica, já que quebrar a palavra dada entre nossa própria espécie é um ato covarde, não satânico, é um mundano.
– É agir com honra satânica em todas as nossas relações com a nossa próprio tipo satânico.
– É casar somente com aqueles de nossa própria espécie, que assim, como nós, viver por nosso Código e estão dispostos a morrer para salvar sua honra sinistra e de seus irmãos e irmãs.
– Significa que um juramento de fidelidade ou lealdade satânico, uma vez jurados por um homem ou mulher (“Juro por minha honra-sinistra que eu devo …”) pode ser terminado somente: (1) por um homem ou mulher de honra satânica formalmente pedindo que a pessoa a quem o juramento foi empossado para libertá-los do juramento, e que a pessoa concordando venha de modo a libertá-los, ou (2) com a morte da pessoa a quem o juramento foi empossado. Qualquer outra coisa é indigno de um satanista, é do agir de um mundano.

Satanás – o nosso guia para a Excelência e a vida

Satanás é o nosso guia de como podemos ser o melhor, como podemos viver a vida, sobre esta Terra, da melhor maneira possível e da maneira mais plena: com o ecstasy, alegria, riso, e um desafio orgulhoso, incluindo o desafio de nossa própria morte.

Para nós, Satanás é acausal, uma entidade viva que existe no acausal continuum e que pode, e que tem, no passado, sido manifesta na Terra. Como um ser das trevas, Satanás é um metamorfo, capaz de assumir outras formas, inclusive a dos seres humanos.

Para nós, Satanás – como fez algumas outras seres escuros – entrou em nosso continuum causal no passado para orientar e oferecer orientação para nós, seres humanos. Esta orientação foi um conselho, uma oportunidade – não algum tipo de revelação religiosa, não um nova religião e não a demanda para algum culto ou para um mundano do tipo de subserviência. Em vez disso, este conselho, de Satanás, foi como poderíamos nos tornar a elite deste mundo, libertar-nos da opressão dos mundanos e de todos os mundanos sem valor. Este conselho está consagrado na nossa modo satânico de vida e em nossa maneira satânica de desafio, até a morte.

Assim, nós abominamos pela própria natureza do nosso espírito satânico elitista tudo e todos que ou quem podem nos escravizar ou tentar controlar e nos domar. Nosso espírito satânico é codificado e esta expressa em nosso Código de Honra-Sinistra que detestamos toda lei, de todo tipo e espécie de autoridade exceto o nosso, todo tipo de dogma, todas as religiões (exceto o que poderia ser útil para nós, governando e controlando os mundanos), todas as regras e todo o tipo de governo, exceto o que pode ser útil para nós em governar mais mundanos e controladores.

Assim, somos pragmáticos, práticos e adaptáveis, sempre defendendo o nosso Código elitista de Honra Sinistra.

Ordem dos Nove Ângulos
121 Ano de Fayen

Anúncios

3 comentários em “Como ser um satanista – Um Guia de Satanismo para Principiantes (ONA)

  1. Longe de mim querer te julgar. Mas você deve saber o tipo de entidade que práticas satânicas atraem né ? Espíritos desequilibrados, magos negros, extraterrestres negativos, vampiros energéticos, etc. Contudo, não sei o que você faz e não é da minha conta, mas sei que mais cedo ou mais tarde o seu eu vai escolher a luz. Porque o caminho da luz é inevitável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: