Deixe um comentário

VODU HAITIANO

Muito divulgada no mundo, principalmente através dos muitos filmes de terror, a religião Vodu é vista sempre por um ângulo extremamente negativo, pois no cinema só é utilizada como instrumento para o mal, cabendo portanto um olhar mais claro sobre ela.

A exemplo do Candomblé, a religião Vodu veio da áfrica através dos escravos, no caso da primeira foram escravos vindos da Nigéria (Iorubas e Bantos) que vieram ao Brasil, e no caso do Vodu os escravos vieram de Daomé (os Fons) para o Haiti.

Por força da pressão exercida pela Igreja Católica, como no Brasil, o vodu teve que ser submetido a um sincretismo religioso entre suas divindades e as divindades cristãs.

A palavra vodu deriva do termo vodun, que significa deus ou espírito no idioma dos fons, caracterizando bem a relação desta religião com o mundo espiritual.

Devido à influência católica o Vodu possui dois tipos de ritual:

Rada-canzo – baseado na influência Católica e na Magia Branca, procura ajudar as pessoas a resolver seus problemas. O sacerdote desses rituais chama-se Hougan (ser for homem) ou Manbo (se for mulher).

Petro – é o lado da magia negra, seus rituais têm objetivos malévolos. Nesses rituais são invocados espíritos de destruição e os de sacrifícios de animais são comuns. Nesses rituais também é comum o uso das famosas bonecas vodu (paket), que são queimadas ou furadas com pregos enferrujados para atingir a vítima. O sacerdote nesses rituais chama-se Bocorte.

Embora os praticantes do vodu acreditem na existência de um distante deus supremo, o Vodu possui um imenso número de deuses que são genericamente chamados de loas.

Os loas podem ser aparentados dos santos católicos, podem ser ancestrais que alcançaram o status de deuses, ou antigos deuses africanos; são essas as divindades com as quais os praticantes interagem.

Qualquer pessoa, desde que tenha tido uma vida exemplar pode vir a ser um loa. Segundo a crença vodu, os loas se dividem em:

Loas Rada – são espíritos bons que ligam a indivíduos ou famílias e agem como verdadeiros anjos da guarda.

Loas Petro – são os maus espíritos, voltados às más ações.

Os loas se comunicam com as pessoas através de sonhos, ou durante as cerimônias vodus quando são incorporados por pessoas, que em estado de transe, transmitem suas mensagens.

Cada grupo de praticantes possui um lugar próprio para realizar suas cerimônias (houmfo – peristilo), sempre ao som de tambores, danças, preces e preparo de alimentos.

O Vodu atualmente é praticado abertamente no Haiti, sendo inclusive utilizado como instrumento de atração de turistas.

A Igreja Católica não conseguindo extinguir a sua prática, convive com o Vodu, que é praticamente a religião oficial dos camponeses e das classes menos favorecidas (mas não só delas, famílias ricas também costumam praticar o Vodu no Haiti).

Fontes:
Vodu – Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda

tfernandes5.hpg.ig.com.br

raoninet.hpg.ig.com.br

cacp.org.br

emocoesemagia.hpg.ig.com.br

Extraído de: http://www.terraespiritual.locaweb.com.br/religioes/vodu.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: