1 comentário

Ritual de Auto-Criação do "Self" vampiresco:

A imortalidade é frequentemente confundida com a recusa de morrer. O Vampiro/Magista escolhe viver completa e intensamente esta vida, e não permitir que a sua consciência se desintegre após a sua morte física. Esta sobrevivência da consciência não depende de símbolos mágicos, nomes ou participação em diversos rituais. Depende apenas do reconhecimento do próprio “Self” e da vontade de continuar a existir, o que ou onde quer que seja.
O conceito de “Self” nas tradições vampirescas é geralmente o de “não-morto”, com suas conotações de imortalidade e Segredo da vida e morte.
O Sangue é muito importante nas tradições de Vampiros. Hoje, é visto de forma simbólica.
O sangue simboliza “Vida”.

O ritual que se segue simboliza um despertar solitário e isolado para um estado Vampiresco, e uma auto-iniciação ao Caminho da Mão-Esquerda. É um ritual que pode ser adaptado ou alterado conforme as circunstâncias ou a inspiração de cada um. Como em todo ritual mágico, cada um deve assumir seu próprio risco, já sabendo que uma prática como esta não é adequada aos instáveis ou imaturos.

Preparativos e materiais:
– Robe negro
– Vela negra
– Sino
– Cálice com líquido avermelhado.
– Um local em que você não seja perturbado. Uma câmara escura, ou pintada ou coberta em preto ou similar (ex: azul muito escuro). Ou uma floresta afastada. A escolha é sua.

Vestimenta: o ideal é o robe negro. A idéia é que você se torne o próprio modelo de vampiro que existe na sua mente. Preste atenção em cada um dos seus sentidos: perfume, vestimenta, música, oferendas.

Dê nove badaladas no sino. Nove, nas tradições de Magia Negra, simboliza a
evolução dinâmica até a perfeição.
Acenda a chama negra.

I – Invocação:
“Nesta noite negra, eu me torno um Vampiro: um mestre da vida e da morte. Eu acendo a Chama Negra em honra ao Príncipe das Trevas, e me torno o Vampiro que minha mente cria, ardendo em paixões na perseguição de tudo o que eu desejo. Eu abandono as restrições do Caminho da Mão Direita, e com Vontade eu me dedico a controlar o meu próprio destino. Eu agora encaro os testes e as tribulações do Caminho da Mão Esquerda!
Eu me encho de Poder com a Essência do Vampiro: ser invisível, mesmo sob o dia escaldante; saber quando ser silencioso, e quando orar; saber explorar por completo minha psique! Eu me desfaço desta maldição! Eu, o Vampiro (__nome__), percorro o Caminho da Mão Esquerda e a minha Vontade é impenetrável! Eu honro o Sangue, que é a minha Vida e me torno mais do que fumaça e sombras. Abram-se os Portais do Inferno! Diante da nobre presença do Senhor Negro, eu proclamo o Juramento que me torna um Vampiro, juro ser verdadeiro para com meu próprio Ser e meu Caminho escolhido Salve, Vampiro! Salve, Senhor das Trevas!”

II – Graal Nigrum:
O Cálice é o Graal Negro, ou a Taça Herética: a que é sempre buscada, mas raramente encontrada. O Graal deve estar cheio de líquido vermelho, simbolizando o sangue, como suco de tomate, frutas vermelhas ou vinho. Enquanto bebe o elixir, visualize-se apoderando-se dos Poderes das Trevas. Você está comungando da sua própria essência e do Vampiro que é parte da divindade que há em seu interior.

III – Fechando os Portais do Inferno:
Feche o ritual tocando novamente o sino, nove vezes.

IV – O despertar:
Agora, iniciado nos mistérios dos Vampiros, você pode ver o mundo com olhos diferentes. Após o primeiro ritual, você poderá ter algumas intuições sobre a natureza dessa magia e do seu controle sobre ela, e de como moldar o seu destino. Contudo, alguma prática pode ser necessária.

* Lizza: Não fiz tal ritual, não sei de sua eficácia, quem quiser o realize. Apenas pesquisei na net e achei em muitos sites esse ritual, então editei o texto para que ele não ficava tanto com jeito de “conversa pra boi dormir”, mas entendam que esse ritual, assim como os outros deveriam fazer, não está lhe prometendo poderes mágicos, juventude eterna e imortalidade. Quem já leu a bíblia vampirica entenderá o que acabo de falar sobre o não comprometimento com uma “imortalidade humana”.

Anúncios

Um comentário em “Ritual de Auto-Criação do "Self" vampiresco:

  1. ADOREI VOU FAZER SIME DEPOIS EU FALO OQUE ACONTECEU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: