4 Comentários

Adiando o orgasmo através do trânta

O sexo tântrico é uma forma de adiar ao máximo o orgasmo, para obter prazer prolongado. Segundo os praticantes, este é um processo que vai elevar o nível do sexo, segurando o orgasmo cada vez mais. Toda a energia retida, quando liberada, será uma explosão nuclear. Adeptos à prática dizem ter conseguido até 24 horas de contato sexual ininterrupto.

O tempo de uma relação com sexo tântrico deixa as pessoas “comuns” de queixo caído, já que a média brasileira é de 15 minutos para se atingir o ápice. Para se iniciar na prática do prazer sem limites, não importa a idade nem as condições de saúde.

Quando se fala em sexo tântrico, a primeira coisa que vem à cabeça é a inevitável tortura de ficar horas e horas adiando o orgasmo. Não desista. Afinal, isso é só uma pequena parte de uma filosofia muito mais abrangente, que requer uma mudança profunda no modo de vida e no jeito de encarar o sexo.

Literalmente, “tantra” significa instrumento de expansão. É um processo que deve ocorrer nos planos mental, espiritual e físico. O objetivo é atingir a realização pessoal e espiritual. E o sexo entra aí como um ritual sagrado de troca de energia. Segundo o livro Sexo Tântrico – Como prolongar o prazer e atingir o êxtase espiritual, da médica inglesa Cassandra Lorius, a união sexual tântrica é um meio de alcançar o êxtase divino.
O primeiro passo para se iniciar no tantra é esquecer o relógio. Aborte a idéia de querer chegar logo na penetração. Beije, toque o corpo da(o) parceira(o), explore as zonas erógenas. Se não der certo da primeira vez, não se preocupe. Tente novamente. Para os adeptos do tantra, o sexo nunca chega ao fim.
As mulheres também são aconselhadas a segurar seus próprios líquidos, conhecidos no tantra como rajas. Uma técnica simples consiste em pressionar a língua fortemente contra o céu da boca pouco antes do orgasmo.

Da preparação do terreno ao orgasmo, conheça as etapas do sexo tântrico

1º passo: preparar o ambiente

Esta primeira etapa é fundamental para que a circulação da energia aconteça. O casal pode tomar um banho e deixar a pele o mais natural possível. Acender um incenso antes de começarem limpa o ambiente. Prefira os de sândalo e canela. Coloque flores ou frutas e velas no local. Escolha uma música calma e sensual. Se tiver, espalhe cristais pelo quarto.

2º passo: despertar os sentidos

Eles devem estar aguçados para que a entrega seja total. Para isso, um dos parceiros venda o outro com um pedaço de seda. Os dois devem estar nus. Pouco a pouco quem está sem a venda passa vários odores perto do nariz do parceiro. Isso desperta o olfato. Depois pode-se oferecer alguns licores de sabores diferentes ou frutas para aguçar o paladar. Em seguida, deve-se tocar o corpo inteiro do outro. No final, tira-se a venda para que se olhem profundamente nos olhos.
Assim, as sensações ficarão à flor da pele. Encerrem com um longo abraço que toque o corpo todo do outro.

3º passo: ativar o ponto de energia sexual

Agora é importante ativar a energia kundalini. Poderosa, ela fica escondida e adormecida no chackra básico ou seja, na região pélvica. Você e seu parceiro podem fazer juntos. Fiquem de pé, com os pés paralelos abertos mais ou menos na largura dos quadris. Mantenham a coluna reta e as mãos dadas. Flexionem os joelhos. Ao inspirar, mexam a pélvis para trás e quando expirarem coloquem a pélvis para frente. Não movimentem o corpo inteiro, apenas essa região. A penetração começa nesse momento. Olhem-se nos olhos durante o movimento.

4º passo: distribuir a energia

Agora vocês devem espalhar essa energia para todo o corpo. Colocando uma das mãos sobre o peito do outro, a energia “sobe” para o chackra do coração. Vocês podem ficar na posição clássica do tantra com as pernas entrelaçadas, um de frente para o outro, sentados. Almofadas podem ser usadas para acomodar. Parem com o movimento dos quadris. Sintam a energia subindo. Passem as mãos nas costas do parceiro de baixo para cima para levar a energia dos genitais para o chackra frontal, na cabeça. Ao distribuir assim a energia, vocês estarão “imersos” por completo no ato sexual. Quando sentirem que é o momento, reiniciem os movimentos dos quadris para “bombar” mais energia. Mas mantenham sempre olhos nos olhos para a energia circular. Assim é possível atingir o objetivo do sexo tântrico que é o êxtase, o orgasmo cerebral. “É um patamar de orgasmo em que se pode ficar por horas a fio”, descreve o terapeuta Savian.

5ª passo: finalmente, o orgasmo

No tantra, o orgasmo é diferente. São picos de êxtase. cada vez que vocês chegarem mais perto do orgasmo, adiem um pouco, parem os movimentos e recomecem depois. Quando não aguentarem mais, os especialistas garantem: vocês terão o mais intenso e prolongado orgasmo da vida.

Anúncios

4 comentários em “Adiando o orgasmo através do trânta

  1. hahahahahahhaha vc eh praticante beth?

  2. ñ tenho duvidas do quanto isso é otimo!!exatse puro!!!

  3. Já consegui por aproximadamente 5 horas a parceira não aguento dai pra frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: